Coleiras mais seguras para cachorros que ficam sozinhos em casa  

Deixar um cachorro sozinho em casa com a coleira para cachorro ainda colocada pode ser perigoso, pois há riscos de a coleira prender ou estrangular o cachorro se ele ficar preso em algo. No entanto, algumas coleiras para cachorro são projetadas especificamente para uso quando os cães estão desacompanhados e oferecem mais segurança.

Coleiras mais seguras para cachorros que ficam sozinhos em casa  插图

Coleira para cachorro mais seguras para cachorros deixados sozinhos incluem:

• Coleiras peitorais: As coleiras peitorais passam ao redor do peito do cachorro, em vez do pescoço, e prendem por trás das pernas dianteiras e atrás das pernas traseiras. Isso evita que o cachorro fique preso com a cabeça, reduzindo os riscos de estrangulamento ou escapar. As coleiras peitorais são ideais para cães que permanecem no exterior ou são deixados sem supervisão por períodos prolongados.

• Coleiras divididas: As coleiras divididas têm um mecanismo de soltura rápida que solta a coleira em duas seções, de modo que se enganchar em algo, ao menos libera o pescoço do cachorro. Algumas coleiras divididas têm múltiplos pontos de separação para maior segurança. Estas coleiras também permitem que você remova a coleira com facilidade quando deixar o cachorro sozinho se optar por fazer isso.

• Coleiras com proteção contra enforcamento: Algumas coleiras tradicionais apresentam um painel de tecido ou couro extra na parte traseira do pescoço para evitar que a coleira se aperte muito. O tecido impede que a coleira fique presa, reduzindo enormemente o risco de enforcamento se o cachorro ficar preso. Este tipo de coleira é uma boa opção se você precisar deixar uma coleira em seu cachorro durante períodos curtos sem supervisão.

• Coleiras Breakaway: As coleiras breakaway são projetadas com um mecanismo de liberdade rápida incorporado que se solta se a coleira ficar presa com muita força. Quando o mecanismo é ativado, a coleira se solta para liberar o cachorro. Estas coleiras são populares para gatos, mas também estão disponíveis para cães de pequeno e médio porte. Elas oferecem segurança extra se o cachorro ficar preso em algo sem supervisão.

Independentemente do tipo de coleira usada, nunca deve-se deixar um cachorro completamente sozinho por longos períodos com qualquer collar ou arreios. Os cachorros devem estar sob supervisão sempre que possível, e coleiras e outros equipamentos devem ser removidos sempre que o cachorro estiver sozinho para evitar acidentes. No entanto, se um cachorro tiver que ficar sozinho por um curto período, escolher uma coleira projetada para ser o mais segura possível pode ajudar a evitar uma tragédia. É sempre melhor prevenir, mesmo quando a supervisão não é possível.

Outras dicas para escolher coleiras seguras para cachorros que ficam sozinhos:

•Remova coleiras sempre que possível. A maneira mais segura de evitar que um cachorro se enforque com a coleira é removê-la sempre que o cachorro estiver sem supervisão. Remova coleiras antes de deixar um cachorro na casa sozinho ou no quintal.

•Observe o ajuste. Qualquer coleira usada, mesmo brevemente sem supervisão, deve ter um ajuste confortável mas não muito folgado. Deve ser possível passar dois dedos entre a coleira e o pescoço do cachorro. Isso dá espaço suficiente para o cachorro ficar preso sem estrangulamento.

•Considere uma coleira de treinamento ajustável. Uma coleira de treinamento flat collar ou martingale collar que pode ser facilmente ajustada à medida certa para o seu cachorro é uma boa opção para uso ocasional sem supervisão. Certifique-se sempre de ajustar a coleira com cuidado para que fique solta, mas não tão folgada a ponto de permitir que o cachorro escape facilmente.

•Pet shops oferecem coleiras especiais. Se você costuma deixar seu cachorro sozinho por longos períodos, vale a pena investir em uma coleira especialmente projetada para cães deixados sem supervisão, como as coleiras de escape rápido. Coleiras especiais também podem ser personalizadas para se ajustar perfeitamente ao seu cachorro.

•Considere identificação adicional. Independentemente do tipo de coleira usada, a identificação adequada, como um crachá de ID corporal ou um microchip, aumenta significativamente as chances de seu cachorro ser identificado e retornado com segurança se ele escapar. Quanto mais ID seu cachorro tiver, melhor.

•Nunca use coleiras de estrangulamento. Alguns tipos de coleiras, como coleiras de estrangulamento ou corrente de esmagamento, são extremamente perigosos e nunca devem ser usados, especialmente sem supervisão. Opte sempre por coleiras flat collars, martingale ou halter de segurança para seu cachorro.

Escolha a coleira mais segura possível para o seu cachorro baseada em seus hábitos e no tempo que ele passa sem supervisão. Sempre remova todas as coleiras quando seu cão estiver sozinho em casa sempre que puder para evitar acidentes. A segurança de seu cão deve ser a prioridade número um.

Proudly powered by WordPress | Theme: Looks Blog by Crimson Themes.